Neurovirtual inaugura sede na Argentina

24 de outubro de 2016

banner-argentina

Comprometimento em universalizar e humanizar o diagnóstico, propiciando melhora na qualidade de vida dos clientes são os pilares que norteiam a atuação da Neurovirtual. Desde 1969, a empresa se especializa no desenvolvimento de equipamentos de alta qualidade a preço acessível e destaca-se, atualmente, pela atuação pioneira nas áreas de medicina do sono e neurologia, aperfeiçoando equipamentos inovadores e de robusto design. A internacionalização é, nesse cenário, não um mero diferencial, mas um objetivo prioritário, conforme demonstra o estabelecimento de sedes em diferentes países, como Estados Unidos, Alemanha, México Brasil e Colômbia.

A Neurovirtual atua na América Latina desde 1998 e esforça-se por atender esse mercado consumidor de maneira específica e eficiente. Coadunando o desejo de internacionalização e a missão de melhoria na qualidade de vida das pessoas, será inaugurada uma sede em Buenos Aires. Deve-se destacar que a Argentina constitui um mercado importantíssimo no que se refere à neurologia. Consoante dados do Dr. Roberto Caraballo, do Hospital de Garrahan, há cerca de sessenta mil epiléticos refratários na Argentina e, segundo a Liga Argentina Contra a Epilepsia, o tratamento aos pacientes epilépticos ainda é um desafio. Por meio do respeito aos pacientes e do desenvolvimento de tecnologia de ponta, a Neurovirtual pretende contribuir para o tratamento desses pacientes epilépticos.

O Dr. Daniel Perez Chada, da Universidade Austral, Argentina, teve contato com a Neurovirtual em um congresso e ressalta a qualidade dos equipamentos e do suporte técnico online, disponível em inglês, espanhol e português sete dias por semana. A empresa participa de diversos congressos e seminários, exemplo do esforço em estar próxima dos clientes e disseminar conhecimento de modo benéfico tanto para a comunidade acadêmica quanto para a população em geral. Na Argentina, espera atuar de modo responsável e inovador no diagnóstico e tratamento de pacientes. Para tanto, terá como baliza uma meta que lhe é própria: promover a dignidade humana e a qualidade de vida por meio de um tratamento altamente tecnológico e humanizado.

Deixe um comentário